Menu

Oi gente,
Tudo bem?

Recentemente fiz um vídeo para o IGTV mostrando como usar 1 camisa em 3 situações totalmente diferentes! Vou deixar o videio aqui embaixo para vocês, espero que vocês gostem!

Essas foram as peças que usei:

 

Viram só como podemos usar e abusar das nossas roupas!!! Espero que vocês tenham gostado!

Beijos,

Carolina Barbosa

Instagram: @queroool

 

Oi Gente,
Tudo bem?
Hoje eu vim contar para vocês os 3 pilares que uso na criação de uma coleção. Sei que esse tema é extremamente técnico, porém assim vocês podem estar por dentro do processo de criação, e saberem todas as etapas até a sua roupa mara chegar na sua casa.

Identidade Visual da marca

O principal pilar para se criar uma coleção coerente é não sair da identidade visual da marca. Ou seja, criar uma coleção que tenha a ver com tudo que a marca já fez até hoje.

Quem acompanha o meu trabalho sabe que a marca tem características muito fortes como recortes geométricos, transparências, fendas e uma sensualidade chic. Além de uma verdadeira paranoia por acabamentos perfeitos, caimento, significado e uma pitada de diversão que vez ou outra aparece em uma peça totalmente chamativa e alegre. Quem me conhece pessoalmente realmente sabe que este combo se mistura muito com a minha personalidade.

Já que minha principal preocupação é fazer roupa que resista ao tempo, esses são pontos que sempre são levados em consideração antes de embarcar em um tema ou uma tendência.

Mulher Carolina Barbosa

O segundo pilar é o que a mulher Carolina Barbosa quer! Já que crio para vocês, sempre penso no que vocês querem, no que vai fazê-las mais felizes, na peça que realizaria o sonho de consumo de vocês, e na maneira como eu poderia estar com vocês em uma situação especial.

E apesar de ser tomada, às vezes, por situações que me inspiram muito, fazendo com que seja impossível não levar em consideração o ambiente, a marca existe para fazer parte da sua vida.  E o meu maior desejo é que essas peças passem de geração em geração. Portanto, fazer uma roupa de qualidade, que seja tanto atemporal, quanto super especial, é imensamente importante para mim.

Macro tendências

O último pilar, porém não menos importante, diz respeito às macrotendências. Sendo a moda um ciclo, percebe-se então a relevância da pesquisa, afim de saber qual é a próxima tendência. E não aquela trend que vem e passa rápido, mas aquela macrotendência que deriva de um novo comportamento que vai permear a vida de cada um por muito tempo.

Primeiramente considero os pilares anteriores e avalio se a tendência em voga tem a ver com o DNA da marca e com vocês. Em segundo lugar embarco nessa direção, respeitando sempre os dois primeiros pilares.

 

Bom, esses são os 3 principais pilares que uso para a criação, espero que vocês tenham gostado e entendido melhor o processo de criação das suas roupas lindas!

Se vocês ficaram com alguma dúvida ou quiserem saber também sobre algum outro processo, me contem aqui pelos comentários. Vou amar saber!

Beijos,

Carolina Barbosa

Instagram: @queroool

Oi Gente,
Tudo bem?

A copa está batendo na nossa porta e com ela vem muitos jogos e várias oportunidades para torcemos pelo Brasil, e quem sabe recuperamos nosso reinado no mundo do futebol.

Montei 3 looks para sairmos do óbvio, e torcermos muito estilosas nas cores da nossa bandeira.

Não sei vocês, mas eu adoro me montar toda temática! Contudo, também gosto de aproveitar as roupas depois, em outras ocasiões. Por isso produzi esses outfits com peças que vocês podem usar de mil formas, além é claro de arrasar nos jogos e festinhas! Vai Brasilll!

 

Esse short e essa camisa deixam o look chic, por serem peças de alfaiataria. Porém a mule baixa dá conforto e o look ganha ares de despojado, como esse momento copa pede.

A combinação de short com essa pegada Sporty, mais salto e carteira de crochê dourados, passa o recado de torcedora chic. Amarelo e off-white são a melhor pedida para quem quer torcer, mas não faz questão de estar de verde e amarelo dos pês à cabeça.

Esse já é um look para você que vai curtir os jogos em um barzinho ou em alguma festa com os amigos. O conjuntinho de veludo em amarelo é esportivo, mas com toques de sofisticação. Pronta para sair de casa toda de verde e amarelo?

Eu já usei todas essas peças em muitos outros outfits! Vou deixar alguns deles aqui embaixo, assim vocês podem ver como elas são versáteis.

Espero que vocês tenham gostado dos looks para a copa. Além de já terem ideias para usar essas peças separadamente em outras produções. Afinal de contas, roupa não é algo descartável. Tem que usar mesmo... e muito! Pra valer o investimento. Quero ver todas vocês arrasando nos looks para copa, hein?! Depois dessas dicas não tem como ficar de fora.

Beijos,

Carolina Barbosa

Instagram: @queroool

Oi Gente,

Tudo bem?

Hoje vou mostrar para vocês uma ótima opção para aquele fashion office look. Porque ninguém quer perder o estilo na hora de se montar para ir ao trabalho, não é mesmo?!

Um ótimo substituto ao tradicional blazer é essa bomber jacket, que adiciona muito estilo ao look, por ser feita de veludo, um tecido nobre. O tecido ganhou esse título no século XV, quando o rei Henry IV proibiu seu uso pelos não nobres.

Mais tarde nos anos 70 o veludo se popularizou no movimento de contracultura, e com a influência dessa década na moda, já há algumas temporadas, esse tecido vem sendo a estrela da vez. Ele reaparece com ares de nobreza, em muitos desfiles e em milhares de looks de street style nas principais capitais da moda.

 Graças a isso e aos detalhes em dourado que são puro luxo, essa jaqueta não fica nada esportiva. Junto aos acessórios certos você ainda consegue começar no escritório e emendar naquele happy hour.

Postei um videozinho com esse look no meu Instagram. Amei gravar esse vídeo para vocês, me diverti muito!

 

Espero que vocês também tenham gostado, eu amei! Corre lá no meu insta para ver outros looks também!

Beijos,

Carolina Barbosa

Instagram: @queroool

Olá Gente,

Tudo bem?

Dominar as técnicas de modelagem e costura é muito importante para um estilista, mesmo que ele não seja a pessoa que vá executar a modelagem, ele é o responsável por pensar uma peça coerente, que tenha caimento, recortes ou pences no lugar certo.

A minha história com a moda começou no interior, quando eu era ainda criança e queria me expressar através das roupas que usava. Logo me vi mandando as minhas roupas para uma costureira fazer, ainda me lembro do nome dela, Fia, e da loja de tecidos que sempre visitava. Chegava lá com os meus desenhos e as primeiras perguntas que ela me fazia eram: como essa roupa vai entrar? Onde vai o zíper? É tecido plano ou malha? Eu ficava perdida porque não tinha conhecimento e só conquistei esse conhecimento estudando modelagem e costura.

Antes de entrar para a faculdade de Moda passei uma temporada no Ateliê da minha tia avó Lara, com quem aprendi muito. Assim, quando comecei os meus estudos, já tinha um bom conhecimento em modelagem e costura.

Além disso, nos primeiros anos de faculdade tivemos muitas aulas de costura e modelagem. Eu simplesmente amava colocar tudo aquilo em prática. Costurei e modelei muito, e posso dizer que esse processo foi fundamental para a minha formação como criadora.

Bom, quero dividir com vocês um pouco do meu conhecimento em modelagem. A começar pelos três principais tipos de modelagens:

modelagem Plana

A modelagem plana é extremamente técnica, matemática pura. Nessa técnica se usa papel craft e milhões de réguas, medidas, curva de quadril, curva de cava e muitas outras coisas. O objetivo é fazer uma peça de roupa 3D a partir de um papel 2D. Por isso é tão importante dominar as técnicas, para que no futuro seja possível quebra-las e inovar.

Moulage

Já a moulage é uma técnica com a qual todo o processo é feito no manequim, com fitas, algodão cru, muitos alfinetes e canetinhas. A roupa vai sendo construída já em 3D. Essa técnica é muito importante, pois algumas peças só podem ser executadas dessa maneira. Contudo, nenhuma técnica exclui a outra, elas são complementares.

 

 

Modelagem digital

modelagem digital, é como a modelagem plana, contudo faz-se uso de um programa de computador, o mais famoso é o Audaces. A principal vantagem desse sistema é a rapidez na criação do molde e graduação. O processo é facilitado, com menos etapas. Além disso, na hora de guardar não ocupa espaço físico, pois pode ser arquivado na nuvem. Outra vantagem é que o programa calcula a quantidade exata de tecido necessária, evitando assim o desperdício no encaixe, quando você precisa colocar por exemplo P, M e G dentro da largura do tecido. Uma desvantagem é a necessidade de um plotter para imprimir em tamanho real, mas existem várias empresas que prestam esse serviço de impressão.

Quem acompanha o meu trabalho sabe que amo fazer roupas com recortes e para muitos looks escolho a moulage para desenvolver a peça. Na hora do desenho eu já tenho que saber qual técnica de modelagem vou usar e os pontos estratégicos onde os recortes precisam estar para que aquele tipo de design seja viável. Por exemplo o bico do peito, a cintura, a linha do quadril entre outros.

 Porém não usamos apenas a moulage, usamos todas essas três técnicas em conjunto. Tirando o melhor de cada uma para chegar a melhor modelagem, aquela roupa que veste como uma luva.

 Na Carolina Barbosa conto com a colaboração de modelistas, mas mesmo assim não posso entregar um desenho sem nexo algum para elas, porque seria impossível de transformar o desenho em realidade. E cá entre nós, o desenho só pelo desenho não serve de nada! É apenas um desenho... Sem a transformação do desenho em roupa o trabalho do estilista não está concluído. Por isso é tão importante dominar as técnicas de modelagem para fazer cada vez mais um desenho assertivo e ter a confiança de que aquilo pode sair do papel e se tornar uma roupa linda.

Como eu sempre falo nada melhor para quem cria do que ver alguém usando a sua criação.

 Espero que vocês tenham entendido como suas roupas são construídas e caso vocês queiram saber mais alguma coisa é só deixar perguntas nos comentários que eu vou amar responder

 Beijos,

Carolina Barbosa

Instagram: @queroool

 

 

Oi Gente,

Tudo bem?

Hoje vou falar sobre como usar nossas peças de roupas de formas diferenças e para situações completamente diversas. Vocês vão ver como uma peça clássica se transforma e que com alguns truques de styling conseguimos aproveitar bem mais as nossas roupas. Porque, gente, roupa boa é aquela que usamos muito!

Look tarde feliz

Para primeira proposta, pensei em um dia no parque, uma tarde feliz. Nada como um tênis no pé para trazer conforto e dar aquele toque de cor no look. E esse Nike não é só para abrilhantar os seus lookinhos não gente! Ele também pode ser usado para malhar. Eu mesma uso os meus tênis para as duas funções, porque levo muito a sério as minhas compras e aproveito o máximo que consigo!

Girl Boos

Essa já é uma proposta mais Girl Boss! Sabe aquele look de trabalho, pra quem tem muito estilo e não trabalha em um ambiente conservador, já que o comprimento do vestido não é dos maiores. Esse saltinho baixo super confortável e chic, faz o look ficar mega moderno. Mas a estrela desse look é essa bomber jacket maravilha, em veludo vinho e com aplicação de renda dourada. Esse é aquele look vai do trabalho ao happy hour com as amigas numa boa.

RYCA E PHYNA

Já esse look queridinho é para deixar as inimigas com o queixo no chão!  Suuuuper estiloso. Se o anterior você é uma Girl Boss, nesse você já venceu na vida e está com todos os contratos assinados! RYCAAA e PHYNAAA! kkkk adoro!

Esse é para você arrasar naquele evento, ir jantar com o boy magia ou com as amigas. Esse é lacre garantido! Essa combinação de vestido evasê com calça flare alonga e disfarça nosso quadril, o que geralmente nós brasileiras queremos esconder. Por ser em um único tecido no mesmo tom de preto, acaba  ressaltando as partes mais finas do corpo, como por exemplo a cintura. Além disso, os tecidos sofisticados dão uma elegância extra ao look.

 

Viram só pessoal como 1 vestido pode render looks para situações completamente diferentes?! É só explorarmos bem o nosso closet e ter essas peças clássicas que nos ajudam a circular maravilhosas por ai!

Espero que vocês tenham gostado dos looks, me falem o que vocês acharam nos comentários. Vou amar saber e responder para vocês.

Beijos,

Carolina Barbosa

Instagram: @queroool

Processo criativo de um estilista

Oi Gente,
Tudo bem?

Sendo o oficio do estilista algo totalmente visual e a busca por inspirações constante, sempre trabalhei com painéis, mesmo antes de iniciar meus estudos em Moda. Quando eu entrei para faculdade de Moda o Pinterest ainda não era tão conhecido, e por isso tínhamos que ficar recortando imagens de revistas ou imprimindo as que achávamos na internet. Este método era bastante longo, o que dificultava o processo criativo. Com a expansão do Pinterest, a criação dos painéis de inspirações ficou muito mais fácil e divertida. Vocês podem acompanhar a pasta Life Style, que resume bem o perfil da mulher Carolina Barbosa.

 

Quando estou criando uma coleção, sempre consulto esse painel e constantemente vou pinando novas imagens, para que ele esteja sempre atualizado, cada vez melhor e com a cara da minha mulher.
Para uma criação consistente é muito normal se inspirar em movimentos de Arte. Além de outros movimentos culturais, me identifico especialmente pelo Art Deco, do qual eu me alimento com frequência. Também criei um painel sobre esse tema, para consultar sempre que a minha alma de estilista estiver sedenta por inspirações, kkkk.

 

 

Cada estilista tem coisas específicas que fazem mais parte do seu universo criativo. No meu caso o Art Deco, o Cubismo e a Arquitetura de forma geral são minhas principais fontes de inspiração. O Pinterest me ajudou muito com o meu processo criativo, porque tanto os painéis que eu uso no momento, quanto os que eu já usei estão salvos lá. A criatividade de um estilista ou artista não vem do nada, ela vem do estudo de imagens e do contato com pessoas ou situações que despertem o melhor de cada um. O inconformismo com o que já existe também ajuda muito a criar novas soluções ou shapes. Além disso é muito importante estar sempre atento às macrotendências de comportamento.

Bom, espero que vocês tenham entendido como eu uso essa ferramenta para me inspirar. Espero também que vocês se encorajem para criar os seus próprios painéis.  Me sigam pelo Pinterest para vocês continuarem acompanhando o meu processo criativo. Tenho muitos painéis por lá, não só de inspirações mais também de looks, beleza, decoração, enfim tem muita coisa legal.

 

Beijos,

Carolina Barbosa

Instagram: @queroool